domingo, 1 de março de 2020

UM CERTO FERNANDO



Um dia um certo Fernando me disse
Em suas sabias palavras,
Que o poeta é um fingidor,
E quem finge mais que os homens?
Palavras são apenas palavras,
Da mesma forma
Que homens são apenas homens,
Fingindo ou não, somos seres em decomposição,
Que apenas prestamos para fingir
E mentir uns aos outros,
E já mente quem diz que nunca mentiu,
Ou nunca fingiu,
Em suas palavras sabias está sua sentença,
Porém, não lhe tiro a razão,
Pois, todos os poetas são homens,
E quem mente é poeta,
Da mesma forma que médico é médico
E juiz é juiz,
E se o que diz está certo,
Então, somos todos poetas
Pois, vivemos mentindo,
E para ser franco,
Com todos os poetas,
O mundo é uma mentira,
Vivemos uma mentira,
E seremos um dia mentira!
Então, ao nobre poeta Fernando,
Eis seu jugo,
Pois, também foi um homem,
Como todos os poetas.

Um comentário:

  1. Um dia, O grandioso Fernando Pessoa, disse:
    - Os poetas são fingidores.

    ResponderExcluir